mct mpeg
Get Adobe Flash player

    Prêmio Márcio Ayres no mês da Água


    Diversidade em ambientes aquáticos na Amazônia abre o ciclo de palestras da 5ª edição do concurso na próxima quinta-feira, dia 22 de março, Dia Internacional da Água

    Agência Museu Goeldi
    – Estimular a compreensão dos estudantes sobre os diversos aspectos da biodiversidade amazônica é o foco das atividades que compõem o Prêmio José Márcio Ayres para Jovens Naturalistas - MPEG, idealizado pelo Museu Paraense Emílio Goeldi – MPEG em parceria com a Conservação Internacional –CI Brasil. A 5ª edição do Prêmio Márcio Ayres, lançada em setembro de 2011, é apoiada pela Escola da Biodiversidade Amazônica – Ebio, vinculada ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – INCT Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia. O Prêmio está re-iniciando seu calendário de atividades no dia 22 de março, Dia Internacional da Água. Uma vez por mês, nas principais datas comemorativas relacionadas ao meio ambiente no primeiro semestre de 2012, serão realizadas palestras, sessões de cinema, lançamento de websodes e mostra educativa.

    Palestra inaugural - A primeira palestra do Ciclo de Encontros com a Biodiversidade Amazônica promovida pelo Prêmio será “Diversidade de peixes e ambientes aquáticos na Amazônia”, a ser ministrada pelo especialista em zoologia e conservação da ictiofauna (peixes), Dr. Luciano Montag, professor do Programa de Pós Graduação em Zoologia (mantido em convênio pela Universidade Federal do Pará e Museu Goeldi). A palestra acontecerá no auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, no Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi (Av. Magalhães Barata, 376).

    Luciano Montag abordará a diversidade de peixes e seus ambientes na Bacia Amazônica, tais como igarapés, rios, várzeas, igapós, matupás e estuários, que abrigam uma rica diversidade de espécies. Serão apresentadas as principais ordens e famílias às quais pertencem as mais de 1.000 espécies que compõem a ictiofauna da Amazônia, além de fatos curiosos, como a presença de tubarões na Região Amazônica, os peixes que possuem “quatro olhos”, os que inflam o corpo, as espécies perigosas e algumas estratégias adaptativas de acordo com os ecossistemas. As próximas palestras acontecem nos dias 23 de abril (comemoração ao Dia do Planeta Terra) e 22 de maio (dia da Diversidade Biológica).

    Ciência no Cinema
    – No dia 22, no período da tarde, acontece a sessão “Ciência no Cinema”, organizada e comentada pelo Dr. Horácio Higuchi, da Coordenação de Museologia do MPEG, onde serão apresentados e discutidos história, temas e conceitos científicos presentes em longas-metragens e documentários. A sessão acontecerá uma vez por mês, até o junho, serão exibidos filmes das 14h às 16h. Higuchi é biólogo formado pela Universidade de São Paulo, especialista em peixes, com doutorado pela Universidade de Harvard, colecionador de filmes e estudioso de cinema, nos últimos dez anos se dedicou a área da divulgação científica. O primeiro filme a ser exibido será Criação (Creation)

    Criação é um filme britânico, parte biográfico e parte ficcional, que narra o relacionamento de Charles Darwin com sua filha mais velha, Annie, enquanto se esforça para escrever A Origem das Espécies, e também os conflitos com sua esposa religiosa. Produzido por Jeremy Thomas, o filme foi dirigido por Jon Amiel e estrelado por Paul Bettany e Jennifer Connelly como Charles e Emma Darwin. John Collee escreveu o roteiro baseado na biografia de Darwin escrita por Randal Keynes, A Caixa de Annie.

    Websérie – Durante as palestras e sessões de cinema serão lançados os novos episódios da websérie “Os naturalistas do século XXI”, uma produção do Móvel - Laboratório de Comunicação do Museu Goeldi. A websérie, pioneira no gênero divulgação científica, resgata as histórias dos alunos vencedores nas quatro primeiras edições do Prêmio Márcio Ayres. Até o mês de junho, serão exibidos seis novos episódios, que também serão disponibilizados no site do Prêmio e no canal do Museu Goeldi no Youtube. No dia 22, de março o público vai conferir o episódio “Descobrindo a flora amazônica – as Pteridófitas do Parque do Utinga”, onde é narrado a história de Rita dos Santos, estudante do ensino fundamental que investigou a diversidade do grupo de plantas que incluem as samambaias e avencas na área constituída para proteger os mananciais de água que abastecem a cidade de Belém – os lagos Bolonha e Água Preta.

    Pororoca da biodiversidade – No dia 05 de junho, Dia Internacional do Meio Ambiente, os visitantes do Parque Zoobotânico do Museu Goeldi participarão da Mostra Pororoca da Biodiversidade. O evento apresenta a professores, alunos e familiares, coleções, diversos instrumentos e metodologias utilizadas em pesquisas científicas relacionadas à diversidade biológica, com o objetivo de estimular a investigação científica e ampliar a compreensão dos processos envolvidos nas práticas científicas.

    As inscrições para concorrer a 5ª edição do Prêmio José Márcio Ayres Para Jovens Naturalistas já estão abertas e encerram no dia 20 de agosto. Em setembro e outubro ocorrerão as seguintes etapas da quinta edição: 19/09 – Anúncio dos finalistas; 05/10 – Avaliação Oral; 06/10 – Anúncio dos vencedores e entrega de prêmios. Confira o calendário completo das atividades de 2012 no site do Prêmio.

    Serviço:


    A palestra “Ambientes aquáticos e diversidade de peixes na Amazônia”, ministrada pelo Prof. Dr. Luciano Montag (PPGZool UFPA/MPEG) acontecerá no dia 22 de março às 9h. Lançamento do episódio “Descobrindo a flora amazônica: as pteridófitas do Parque do Utinga”, da websérie Os naturalistas do Século XXI. Às 14h ocorrerá a sessão “Ciência no Cinema”, com os comentários do Dr. Horácio Higushi (CMU/MPEG). Todas as atividades acontecem no auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, localizado no Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi, entrada pela Avenida Magalhães Barata, próximo a esquina da Avenida Alcindo Cacela.

    Texto: Paola Caracciolo