mct mpeg
Get Adobe Flash player

     

    Primeira Rainforest Business School

    Grupo de pesquisa do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo apresentará a proposta para especialistas atuantes na Amazônia

     

     

    Agência Museu Goeldi – A coordenadora do INCT Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia e pesquisadora titular do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), Ima Vieira, participa da mesa redonda sobre a proposta de criação da primeira Rainforest Business School do mundo no dia 21 de fevereiro, na Universidade de São Paulo (USP). A iniciativa é do grupo de pesquisa “Amazônia em Transformação: História e Perspectivas”, do Instituto de Estudos Avançados da USP. A ecóloga faz parte do grupo-chave de especialistas com importante papel na agenda ambiental e climática e na Amazônia para o qual a proposta será apresentada.

    Amazônia em Transformação – Coordenado por Maritta Koch-Weser e José Pedro de Oliveira Costa, o grupo de pesquisa tem como objetivo coletar, organizar e disponibilizar informações sobre a Amazônia, considerando as profundas transformações econômicas e ambientais pela qual a região passou nos últimos 40 anos. Para isso, atua em quatro linhas: recuperação de informações sobre o tema; organização do Portal “Amazônia em Transformação”; diálogos estratégicos com especialistas, estudantes e tomadores de decisão; constituição de um Centro de História da Amazônia. Em 2011, o grupo organizou o workshop “Economia verde na Amazônia: Desafios na valorização da floresta em pé” e começou a atuar em prol da formação de recursos humanos especializados na área.

    INCT Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia - O programa interinstitucional sob a coordenação do Museu Goeldi, tem como foco o desenvolvimento de pesquisas, ações educativas e de comunicação da ciência na região do Arco do Desmatamento, uma área de 244.420 km² que se estende do Maranhão ao Acre, ao sul da Amazônia. O objetivo é a criação de um centro de excelência para o estudo da biodiversidade e da paisagem amazônica a partir de uma abordagem integrada e multidisciplinar.