mct mpeg
Get Adobe Flash player

    Bertha Becker lança livro sobre cidades amazônicas

    A obra traça um panorama histórico da urbanização amazônica, mostrando como a região esteve à margem do desenvolvimento brasileiro


    Agência Museu Goeldi - Qual o papel das cidades na Amazônia? Por que a rede urbana, ao longo da história, não promoveu o desenvolvimento da região? Esses são alguns questionamentos que a geógrafa Bertha Becker, colaboradora do INCT Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia, busca esclarecer no livro “A Urbe Amazônida”, da editora Garamond, que será lançado hoje (25) em Belém, durante o workshop "Qual o futuro que queremos para a Amazônia?", organizado pelo projeto Amazalert. O lançamento nacional ocorreu no dia 18 de junho, no Rio de Janeiro.

    Com base no pensamento dos escritores Jane Jacobs e Peter Taylor, Becker examina a história da urbanização amazônica, entendendo as cidades como motores de crescimento econômico e traçando relações que elas mantêm com os lugares centrais. A autora reafirma a tese de que é urgente um novo padrão de desenvolvimento regional, com o aproveitamento sustentável da riqueza natural e a melhoria das condições de vida das populações. Para ela, o mercado de carbono, o reconhecimento do zoneamento natural dos tipos de vegetação e a criação de cadeias produtivas completas são algumas estratégias promissoras que corroboram este novo modelo.

    Rede urbana amazônica – Ao longo da história, a região passou por curtos períodos de crescimento econômico, sempre dependendo das demandas das metrópoles e países estrangeiros. Após o processo de colonização europeia, o governo brasileiro estimulou a expansão da fronteira agrícola do Sudeste como forma de ocupação da Amazônia. Houve novas maneiras de apropriação da terra sem, todavia, avanços no conteúdo, estrutura ou complexidade da economia. A debilidade do mercado nacional e a ausência de políticas públicas que promovam justiça social são alguns dos fatores que desfavorecem o desenvolvimento da região.

    Sobre a autora - Bertha Koiffmann Becker é professora emérita da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde coordena o Laboratório de Gestão do Território (LAGET/UFRJ). Atua como consultora ad hoc de várias instituições científicas, sendo reconhecida pela participação vigorosa no processo de elaboração de inúmeras políticas públicas relacionadas à região amazônica.

    Serviço: Lançamento do livro “A Urbe Amazônida”, de Bertha Becker, dia 25/06, no Hotel Crowne Plaza (Av. Nazaré, 375, esquina com Tv. Benjamin Constant). A publicação será vendida no local por R$ 25,00.