mct mpeg
Get Adobe Flash player

    Pesquisadores avaliam os Institutos Nacionais

     

    Agência Museu Goeldi – Coordenadores do INCT Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia apresentam o desenvolvimento dos doze subprojetos realizados na região do Arco do Desmatamento na Amazônia no II Seminário de Avaliação e Acompanhamento de INCTs, nos dias 2 a 4 de julho de 2013, em Brasília. No total, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq vão reunir os 122 Institutos para avaliar e divulgar as pesquisas realizadas em 14 estados brasileiros.

    Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia – Sediado no Museu Paraense Emílio Goeldi - MPEG, este INCT tem como foco pesquisas, ações de educação e comunicação da ciência no Arco do Desmatamento, uma área de 244.420 km², que se estende pelo sul da Amazônia, do Maranhão ao Acre, abrange 524 municípios, 36 unidades de Conservação Federais e Estaduais e 99 Terras Indígenas. O objetivo é que os estudos em biodiversidade, paisagem amazônica e educação para sustentabilidade subsidiem a formulação de políticas públicas ambientais na região. 

    A rede interinstitucional será representada no II Seminário de Avaliação e Acompanhamento de INCTs por Ima Vieira (pesquisadora do MPEG e coordenadora deste INCT), Marcia Maués(pesquisadora da Embrapa Amazônia e da coordenação do subprojeto Perda da Biodiversidade no Centro de Endemismo Belém) e Joice Santos (jornalista e da coordenação do subprojeto Escola da Biodiversidade Amazônica).

    De 2010 a 2013 foram produzidos levantamentos e registros da flora e fauna da região, além de modelos biogeoclimáticos de impactos sobre a biodiversidade. Os estudos também viabilizam, em parcerias institucionais e com a sociedade civil, estratégias sustentáveis de uso do solo na Amazônia, com a criação da Rede Amazônia Sustentável, do sistema Capoeira Class, de novas tecnologias para a recuperação de solos degradados e para o aumento da fertilidade do solo com Terra Preta Nova. Além disso, o programa permitiu a aproximação do saber científico com o de populações indígenas, a popularização da ciência entre professores e estudantes do ensino básico e a formação de profissionais em botânica, ecologia, sustentabilidade e ciências ambientais.

    INCT – Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, tem o objetivo de articular os grupos de pesquisa em áreas de fronteira para a ciência e estratégicas para o desenvolvimento sustentável no país, estimulando a inovação e a competitividade das pesquisas brasileiras no cenário internacional. 

    Serviço: II Seminário de Avaliação e Acompanhamento de INCTs, dias 2 a 4 de julho de 2013, no Royal Tulip Brasília Alvorada, SHTN Trecho 1, Conj. 1B, Bloco C, em Brasília-DF.