mct mpeg
Get Adobe Flash player

    Escola da Biodiversidade Amazônica destaca memória

    Subprojeto do INCT - Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia convida os visitantes a conhecerem a história dos idosos da fauna e flora do Parque Zoobotânico


    Agência Museu Goeldi
    – O Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) promove no período de 15 a 22 de maio, diversas atividades educativas. A programação especial será realizada no parque zoobotânico da Instituição e é referente à 9º edição da Semana de Museus, que neste ano, tem como tema “Museu e Memória”.

    Uma das atividades que compõe o evento, será o “Encontro com representantes idosos da Biodiversidade do Parque: saberes e imagens da sua vivência”. Idealizada pela Escola da Biodiversidade Amazônica (EBIO), a dinâmica será realizada na próxima quarta-feira (18), a partir das 9h. A iniciativa tem por objetivo identificar os integrantes idosos do Parque Zoobotânico que fazem parte da memória do Museu Goeldi.

    A EBIO, um dos subprojetos do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia,  realiza atividades com o intuito de promover a valorização da biodiversidade amazônica. A ação do dia 18 tem por objetivo ressaltar a presença de plantas e animais idosos no Parque e instigar valores como o respeito à vida.

    As atividades pedagógicas incluem a integração dos participantes por meio de uma teia de saberes. Uma trilha social com os participantes será realizada para facilitar a identificar dos locais de habitação dos  idosos. Descrição dos espaços, características dos indivíduos, comportamentos, alimentação serão observados. A história de vida dos animais e plantas a serem trabalhadas, bem como características gerais dos grupos que pertencem serão relatadas.

    Como produto da atividade, máscaras serão confeccionadas durante a ação. Textos que remetam sobre a vivência dos idosos do parque, assim como a exposição do material produzido serão executados ao fim da ação. Com discussões envolvendo a concepção de ambiente, memória e educação, a EBIO busca sensibilizar aos visitantes para uma conscientização coletiva quanto à importância da conservação da biodiversidade.

    Serviço: Dia: 18 de maio , horário: 9h às 12h e das 15h às 17h. Ponto de Encontro: Raízes

    Texto: Ellyson Ramos